Sem avanços na negociação, bancários do Santander organizam Dia Nacional de Luta nesta segunda (20)

Com paralisações e atos nas agências, os funcionários e funcionárias do Santander protestaram, nesta segunda-feira (20), em todo o Brasil, contra a falta de avanços, por parte do banco, nas negociações para renovação do acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Em Brasília, o Dia Nacional de Luta dos Funcionários do Santander contou reuniões nas agências e distribuição de jornal informativo.

Apesar de concordar com a renovação, até agora o banco não aceitou progredir em nenhuma das novas cláusulas sociais, de condições de trabalho e de saúde, propostas pelos representantes dos trabalhadores.

Para a diretora do Sindicato e representante de Brasília na Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander, Rosane Alaby, a mobilização dos trabalhadores é fundamental para pressionar o banco a avançar, oferecendo melhores condições de trabalho aos seus funcionários.

“Não há desculpas para o Santander não avançar nessas cláusulas. Só no primeiro trimestre deste ano, foram mais de R$ 1,66 bilhões em lucro. Continuaremos mobilizados, inclusive por mais respeito aos trabalhadores”, afirmou Rosane.

Nesta quarta (22), os integrantes da COE do Santander participarão da quarta rodada de negociação com o banco, em São Paulo. 

Joanna Alves
Colaboração para o Seeb Brasília

Powered by the best online poker sites
Tuesday the 7th.