Sindicato nasce da vontade dos próprios trabalhadores

Imprimir
Categoria: Uncategorised
Data de publicação

 O Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal e Entorno - Sintraf-Ride nasceu em 7 de abril de 2011. Em assembleias realizadas ao longo daquele dia nas cidades de Águas Lindas, Santo Antônio do Descoberto, Luziânia e Formosa, funcionários de bancos públicos e privados de 17 cidades de Goiás, na região metropolitana do DF, aprovaram o estatuto e a fundação do Sintraf-Ride. No primeiro dia de existência, 161 bancários assinaram a ata de sócios-fundadores e a ficha de pré-filiação.

 “É um momento histórico para os bancários e os trabalhadores do ramo financeiro. Agora nós teremos a representatividade legal e de fato e os funcionários dessas instituições terão um sindicato para recorrer e ajudá-los na caminhada pela defesa de direitos e por novas conquistas”, ressaltou Clever Bonfim, ao ser eleito o primeiro presidente do  Sintraf-Ride.

 A sede do Sindicato, Inaugurada no dia 27 de agosto de 2011, é na Rua Ângelo Chaves, 113, Centro, Formosa.  Outras subsedes estão previstas para Luziânia e Valparaíso para atender uma base distribuída na larga faixa territorial (cerca de 100 km) no Entorno de Brasília.

 O Sintraf-Ride representa os trabalhadores do ramo financeiro das seguintes cidades de Goiás: Águas Lindas, Cidade Ocidental, Novo Gama, Valparaíso, Alexânia, Cocalzinho, Corumbá, Cristalina, Formosa, Luziânia, Padre Bernardo, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Água Fria, Mimoso, Pirenópolis e Vila Boa.  

 O Sindicato surgiu da necessidade dos trabalhadores terem um efetivo canal de representação, já que se encontravam esquecidos e abandonados há seis décadas pelos dirigentes do sindicato com sede na distante Goiânia e que deveria oficialmente representá-los. Em função da ausência e omissão desses dirigentes, identificados com um modelo sindical omisso e sem combatividade, os trabalhadores do ramo financeiro do Entorno vinham procurando e obtendo assistência do Sindicato dos Bancários de Brasília, uma entidade notoriamente de ponta na luta em defesa dos interesses da categoria.

Por se identificar com esse sindicalismo autêntico do DF e para se contrapor ao desleixo em relação às causas dos trabalhadores e ao distanciamento da entidade oficial instalada na capital goiana, os trabalhadores organizaram seu próprio Sindicato no Entorno, uma região com sérios problemas estruturais e que necessita de entidades de luta por melhores condições de trabalho e de vida.

Além de fundar o Sintraf-Ride, a categoria também aprovou a filiação do Sintraf-Ride à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e à Central Única dos Trabalhadores (CUT).  

A adesão à Contraf-CUT assegurou participação na Campanha Nacional dos Bancários, que reúne mais de 100 sindicatos, representando mais de 90% de trabalhadores do ramo financeiro do país. A unificação do movimento garante a força necessária na conquista de direitos e avanços para uma categoria que tem Convenção Coletiva de Trabalho de abrangência nacional.  A filiação à CUT, a maior central sindical do Brasil e da América Latina e a quinta do mundo - com quase 3,5 mil entidades filiadas, representando 7,5 milhões de trabalhadores sindicalizados, entre mais de 22 milhões trabalhadores na base -, se deu em virtude da sintonia com os princípios que defendem a liberdade e autonomia sindicais, a solidariedade de classe, a democracia e uma maior participação dos trabalhadores.

Thursday the 16th.